Dicas: Prevenção de artrite associada com doença inflamatória do intestino

Posted on

Incluem a doença de Cröhn (DC), a retocolite ulcerativa inespecífica (RCUI) e, mais raramente, a doença de Whipple, a artrite após by-pass intestinal e a artrite associada à doença celíaca.

Na maioria dos casos, os sintomas intestinais precedem ou coincidem com as manifestações reumatológicas, mas piora articular está mais associada com atividade inflamatória intestinal na RCUI do que na DC. Vários estudos recentes descobriram ligações intrigantes entre os micróbios do intestino, artrite reumatoide e outras doenças em que o sistema imunológico do corpo erra e ataca seus próprios tecidos. No entanto, esse risco em pacientes com doença inflamatória intestinal não está claro, em contraste com outros distúrbios inflamatórios crônicos, como artrite reumatoide e lúpus eritematoso sistêmico. Todos os pacientes com 15 anos de idade ou mais e diagnosticados com doença inflamatória intestinal foram identificados e acompanhados. A maioria dos pacientes com doença inflamatória intestinal eram mulheres (53,8%), com proporções significativamente maiores em pacientes com doença de Crohn (57,7%) quando comparado com colite ulcerativa (50,5%) (p<0,0001). Havendo a suspeita da doença, radiografias contrastadas e endoscopias do intestino delgado (trânsito intestinal) podem ajudar na definição diagnóstica pelo achado de ulcerações, estreitamentos e fístulas características. Exame contrastado do intestino delgado – trânsito intestinal. Indicações – irritabilidade clínica, fístulas, obstrução intestinal, doença perianal extensa associada à incontinência retal, manifestações extra intestinais, retardo do crescimento. Havendo a suspeita da doença, radiografias contrastadas do intestino delgado (trânsito intestinal) podem ajudar na definição diagnóstica pela achado de ulcerações, estreitamentos e fístulas características.

Sintomas Mal-estar, febre, mialgia, artralgia e eritema tipo “olho-de-boi” no local da picada do carrapato. Não há sintomas crônicos neurológicos como visto no caso da doença de Lyme.

  • Fibromialgia é uma doença real e não imaginária;
  • Os tratamentos são efetivos e individualizados;
  • Relação médico-paciente é de extrema importância.

A remoção cirúrgica de áreas doentes do intestino pode aliviar os sintomas indefinidamente, mas ela não cura a doença.

Ao contrário da doença de Crohn, a colite ulcerativa normalmente não afeta toda a espessura da parede intestinal e nunca afeta o intestino delgado. Fonte: www.msd-brazil.com Doença Inflamatória Intestinal ou Doença Inflamatória Intestinal Crônica é um termo geral para um grupo de doenças inflamatórias crônicas de causa desconhecida envolvendo o trato gastrintestinal. Nos      pacientes com  doença  inflamatória intestinal, apresentações reumatológicas podem ser encontradas na forma de artrite periférica e espondilite. A artrite periférica aparece entre 9 a 20% dos pacientes com doença inflamatória intestinal, sendo mais comum em pacientes com doença de Crohn do que nos pacientes com retocolite ulcerativa. Este grupo de doenças engloba diversas outras como a artrite reactiva, a artrite da psoríase e as artrites associadas a doenças inflamatórias do intestino (colite ulcerosa e doença de Crohn). No caso da artrite reumatoide, os cientistas estão confiantes de que a doença possui relação com alterações na flora intestinal. Atualizado em 24 Março, 2017 ARTRITE ASSOCIADA A DOENÇA INFLAMATORIA INTESTINAL – CARACTERISTICAS DO DIAGNOSTICO Quanto mais jovem o paciente, menos são as queixas gastrintestinais; assim, a artrite na adolescência deve levar à investigação de doença inflamatória intestinal, a despeito da ausência de sintomas. Doença inflamatória do intestino A Doença Inflamatória Intestinal é uma condição na qual o intestino se torna vermelho, inchado e com presença de úlceras.

Sintomas de artrite associada com doença inflamatória do intestino

  • • =1– Doença de Crohn confirmada.
  • • =0,3 a <1– Doença de Crohn provável.
  • • =0,3 a <0,3- Colite indeterminada.
  • • =<-0,3- Colite Ulcerativa provável.
  • • =1- Colite Ulcerativa confirmada.

Podem ocorrer outros sintomas não relacionados diretamente ao intestino tanto na colite ulcerosa como na Doença de Crohn.

A espondilite da doença inflamatória intestinal é indiferenciável da espondilite anquilosante e o antígeno HLA-B27 pode ser encontrado em cerca de 70% dos pacientes. A doença de Crohn tem sido historicamente difícil de diagnosticar, porque os sintomas variam em cada paciente e a maioria deles é também comum em outras doenças infecciosas do intestino. A cirurgia pode ser necessária na doença de Crohn quando o tratamento clínico é ineficiente no controle dos sintomas ou quando há uma complicação tal como obstrução intestinal. Em geral, estão associadas à doença do SNC, e a maioria dos pacientes também apresenta evidência clínica ou histológica de envolvimento intestinal. Dentro desse espectro clínico, destacam-se espondilite anquilosante, artrite reativa, artrite psoriásica, artrite associada à doença inflamatória intestinal (doença de Cröhn ou retocolite ulcerativa) e formas indiferenciadas. Perda de peso pode ser a manifestação inicial da doença, provavelmente pela redução intencional da ingestão de alimentos, temeroso de desencadear dor no caso de estenose intestinal. Cerca de 50 % dos casos de doença do intestino delgado ocorrem no contexto de doença generalizada, com sintomas de diarreia sem sangue e dor abdominal em cólica. Artrite associada a doença inflamatória intestinal A artrite psoriática é uma doença autoimune inflamatória musculoesquelética crônica associada a uma apresentação, expressão e curso clínico  bastante heterogêneos, com evolução destrutiva articular imprevisível, mas muito frequente.

Diagnóstico de artrite associada com doença inflamatória do intestino

  • Leite e seus derivados devem ser restringidos apenas se você tem intolerância à lactose associada à doença de Crohn. Leites especiais com baixos teores de lactose podem ser usados.

As lesões radiográficas aparecem dentro de dois anos do início da doença em mais da metade dos pacientes com artrite psoriática.

Importante salientar que lesões psoriasiformes na pele podem ser observadas em pacientes com Reiter, doença inflamatória intestinal e na síndrome da secreção inapropriada do hormônio antidiurético (6). A artrite ocorre em 9-53% dos pacientes com doença inflamatória intestinal com complicações como polipose pseudomembranosa, doença perianal, hemorragias maciças, eritema nodoso, estomatite, uveíte e pioderma gangrenoso (7). Espondilite ocorre em 1-26% dos pacientes com doença inflamatória intestinal, onde homens são mais afetados do que mulheres e os sintomas gerais são semelhantes aos da espondilite ancilosante (7). A artropatia do tipo I é pauciarticular (seis articulações ou menos), associada com os flares da doença inflamatória intestinal e ocorre muito cedo em relação ao aparecimento da doença intestinal. Esta forma de artrite afeta 3-4% dos pacientes com doença inflamatória intestinal. O etanercepte tem uma boa eficácia na espondilite anquilosante associada à doença inflamatória intestinal, mas não parece ser eficaz no auxílio ao tratamento da doença inflamatória intestinal propriamente dita (8). A doença celíaca, ou enteropatia sensível ao glúten, pode estar associada à artrite em alguns poucos pacientes. Os anticorpos normalmente encontrados no sangue de pessoas com artrite reumatoide não estão normalmente presentes no sangue de pessoas com artrite associada a doença inflamatória do intestino. Não existe um teste que possa confirmar o diagnóstico de artrite associada com doença inflamatória do intestino.

Prevenção de artrite associada com doença inflamatória do intestino

Não existe nenhuma forma conhecida de prevenir a artrite associada com doença inflamatória do intestino.

A doença inflamatória do intestino pode provocar hemorragia no trato intestinal, que pode ficar exacerbado por um medicamento que diminui a viscosidade do sangue, incluindo a maioria dos AINEs. Qualquer AINEs pode piorar a inflamação intestinal causada por doença inflamatória do intestino. Agentes mais novos, tais como injecções de adalimumab (Humira), certolizumab pegol (Cimzia), golimumab (Simponi) e infliximab (Remicade) podem ser bastante eficazes para a artrite associada com doença inflamatória do intestino. Neste artigo vamos explicar o que é a artrite reumatoide, quais são os seus sintomas e quais são os tratamento mais efetivos para o controle da doença. A inflamação no intestino é mais encontrada em pacientes com doença de Behçet de origem japonesa. Doença inflamatória do intestino (IBD) refere-se a dois transtornos – doença de Crohn e colite ulcerosa – marcada pela inflamação do tracto intestinal. ; Diagnóstico; Não existe um teste que pode confirmar o diagnóstico de artrite associada com doença inflamatória do intestino. Qualquer AINE pode agravar a inflamação intestinal causada por uma doença inflamatória do intestino . Qualquer AINE pode piorar a inflamação intestinal causada por doença inflamatória do intestino.

Tratamento de artrite associada com doença inflamatória do intestino

A Doença Inflamatória Intestinal é uma condição na qual o intestino se torna vermelho, inchado e com presença de úlceras.

Além de doença, outros sintomas da síndrome do intestino irritável são: Prisão de ventre, diarréia, fezes freqüentes, cólicas abdominais, cólicas, desconforto abdominal, gases, flatulência e 11 sintomas mais. Também chamada: Síndrome do intestino irritável, Síndrome do Cólon Irritável e Doença Intestinal Funcional.